Pesquisar neste site...

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2017

Vida


A proposta de hoje era criar um texto coeso, uma postagem simples e direta com mensagens “sublimes” e “acessíveis”. Mas isso não será possível.

Não será possível, pois a vida não pode ser entendida sempre como está nos livros. Existem momentos os quais ela deve apenar ser vivida...

Vejo a vida como um ateliê de pintura. Ao chegar nesse ateliê encontramos várias pessoas e várias telas. Cada pessoa com uma tela. Telas pintadas de todas as formas, de todas as cores, com todos os traços e todas as texturas...

Nossa vida é uma obra de arte a ser criada. Uma tela em branco. Ao chegar no ateliê da vida e temos que pintar nossa própria história, podemos fazer isso de várias formas. Podemos copiar uma tela já pintada de alguém, usar uma tela ou mais de uma como inspiração para criar a nossa, ou podemos pintar algo novo, inédito, algo criado apenas por nós para nós mesmos. Essa é uma decisão nossa e de mais ninguém.

Eu acredito que a vida não pode ser replicada, copiada ou inspirada. Ela deve ser criada por nós mesmos, de acordo com nossas experiências e nossa forma de agir e acreditar. Obviamente podemos, em alguns momentos, olhar as telas de outras pessoas mais experientes para nos auxiliar em nossa criação. Mas apenas como auxílio.

Não podemos querer viver a vida dos outros, e não podemos deixar que os outros projetem seus desejos e frustrações em nossa vida. Isso não se faz.

Nem sempre conseguimos andar na luz. As vezes andamos nas sombras e nas trevas. Isso faz parte de nossa jornada tendo em vista que a evolução espiritual consiste em, diariamente, renascer melhor e mais forte.

Estou mais forte agora.

Você está mais forte agora.

A cada dia todos nós estamos mais fortes.

Vivemos provas que nos tornam mais corajosos e experientes.

Em alguns momentos, essas provas são fortes e intensas, e marcam profundamente nossa existência. E são essas cicatrizes que nos faz evoluir.

As cicatrizes são como borrões nas telas de nossa vida. Haverá momentos que eles surgirão devido a um pincel mal molhado, ou pelo uso de uma cor que não deveríamos ter usado, ou até mesmo por ter usado um pincel errado. Borrões existirão em nossas telas... Mas não podemos deixar esses borrões visíveis por muito tempo. Ele deve ser corrigido, algo novo deve ser pintado sobre ele. Não podemos ficar eternamente os lamentando. Temos que superar, perdoar e evoluir.


Hoje escolho evoluir. E você?

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...