Pesquisar neste site...

domingo, 28 de abril de 2013

Reencarnação: Um futuro dogma da Igreja Católica?


A Igreja Católica é uma das maiores instituições religiosas cristãs. Durante todos esses mais de dois mil anos de história, ela foi alvo de várias críticas, dentre elas padres acusado de abuso sexual de crianças, proibição de métodos contraceptivos, e obviamente, a inquisição.

Durante o período da Idade Média, considerada por muitos como "tempo das trevas", os dogmas católicos eram "empurrados de boca abaixo" na população. A ciência, neste período, não podia divulgar as descobertas pois evidentemente, grande parte delas eram contrárias a várias crenças propagadas pela Igreja. 

O Heliocentrismo é um dos exemplos mais marcantes, em que:

"[...] consiste num modelo teórico de Sistema Solar desenvolvido pelo astrônomo e matemático polonês, Nicolau Copérnico (1473-1543). Conforme Copérnico, a Terra e os demais planetas se movem ao redor de um ponto vizinho ao Sol, sendo este, o verdadeiro centro do Sistema Solar." Wagner de Cerqueira e Francisco

Galileu Galilei aperfeiçoou esta teoria e comprovou-a com suas experiências, todavia, ela inicialmente foi repudiada pelo catolicismo.

Já no século XVII, um amigo de Galileu assume o papado, e permite a divulgação de obras "heliocêntricas". No século XVIII, a Igreja novamente proibi o modelo teórico de Nicolau. Finalmente, no século XX, o Papa João Paulo II diz que ciência e fé jamais podem se contradizer, e adota novamente o heliocentrismo.

Vemos que durante toda a história, a Igreja Católica proibiu e permitiu a divulgação de diversos conhecimentos científicos sem ao menos justificar RACIONALMENTE a seus adeptos o motivo da adoção (ou não) de determinado dogma ou conhecimento.

Com esses argumentos, pretendo levantar questionamentos a cerca do dogma da Reencarnação, aceito atualmente pelos espíritas e espiritualistas de todo o mundo. Até quando ele será proibido pela Igreja Católica?

Aproximadamente 70% dos espíritas de minha cidade já foram católicos (dados comprovados cientificamente). Mais da metade de católicos que conheço que ainda não se tornaram espíritas, acreditam no dogma da Reencarnação. A pergunta é a seguinte: essas informações não se repetem a nível nacional? 

Talvez confirmando esta premissa, encontrei neste site a seguinte informação dita pelo  Pe. Marcus Vinicius Kalil, sacerdote/POA:

"O povo brasileiro é considerado um povo católico. Apesar disso, 45% dos brasileiros se declaram adeptos da doutrina da Reencarnação"

Continuando a problemática, quais são os argumentos contra a Reencarnação? Existe uma explicação racional propagada pelos católicos? Evidentemente que não.

Se durante a Idade Média, os católicos (e não católicos) foram "obrigados" a aceitarem dogmas irracionais, será que essa passividade não foi passada culturalmente, e por isso, hoje temos fiéis que não conseguem pensar criticamente sobre suas próprias crenças religiosas?

E ainda, estou vendo que existem a propagação em redes sociais de imagens que dizem que os "verdadeiros católicos não acreditam na Reencarnação e em Chico Xavier". Isso não seria uma tentativa dos tradicionais para negarem a inevitável absorção da Reencarnação pelos católicos? Ou seja, ao invés de aceitarem que os fiéis estão passando a acreditar na tese reencarnacionista, preferem dizer que eles não são católicos?

Portanto, esta postagem teve o objetivo de levantar questionamentos a respeito da veracidade de dogmas religiosos que são aceitos socialmente sem levantamento crítico racional, e assim, colaborar com a propagação da ideologia de que o conhecimento científico jamais poderá ser dissociado da fé religiosa.

_________________________________________________


Bibliografia Consultada


Disponível em: http://pt.wikipedia.org/wiki/Cr%C3%ADticas_%C3%A0_Igreja_Cat%C3%B3lica. Acesso: 28 abril 2013.

Disponível em: http://www.vatican.va/holy_father/john_paul_ii/speeches/1979/november/documents/hf_jp-ii_spe_19791110_einstein_po.html. Acesso: 28 abril 2013.

Disponível em: http://www.brasilescola.com/geografia/geocentrismo-heliocentrismo.htm. Acesso: 28 abril 2013.

Disponível em: http://www.mundoalegraivos.com/2012/01/ressurreicao-x-reencarnacao.html. Acesso: 28 abril 2013.

Fonte da imagem: http://blog.cancaonova.com/felipeaquino/files/2007/08/reencarnacao41.jpg. Acesso: 28 de abril 2013.

4 comentários:

Anônimo disse...

parabéns mano!! seu post sobre o assunto ficou 10!

eu também acredito na reencarnação,
e hoje também é divulgado que a igreja católica já acreditou em reencarnação também. so que ela foi tirado de seus dogmas pelo evento conhecido como CONCILIO DE CONSTANTINOPLA.

VEJAM O SITE:http://www.juraemprosaeverso.com.br/TudoSobre/OConcilioDeConstantinopla.htm

pois a esposa do imperador justiniano não aceitava o dogma...

Nelio Júnior disse...

"Anônimo"

Muito obrigado pelo seu comentário e visita no Nova Era!

Não sabia desta informação, obrigado por compartilhar!

Se formos parar e refletir, como uma única mulher foi capaz de eliminar de toda a história católica um dogma hoje que é aceito quase que mundialmente?

Infelizmente, as pessoas precisam ser um pouco mais críticas, pois se não no futuro teremos uma sociedade passiva, que aceitará qualquer informação sem o crivo da razão e moral.

Concordo com suas elucidações, e novamente, obrigado pelo comentário.

Luz e Paz

Daniel R. Aguiar disse...

O VERDADEIRO MOTIVO DA IGREJA CATÓLICA OCULTAR A REENCARNAÇÃO!

A VERDADE!

Em meados do século VI, a Igreja percebeu que maioria dos fiéis eram devotos de algum Santo e que a este atribuía muitos milagres de cura e por isso frequentavam a Igreja para rezar por seu Santo de devoção, agradecer pelo milagre e pedir por outros. Muitas Canonizações são realizadas até hoje, com o único intuito de atrair mais fiéis para a Igreja, agora imaginem só, se a verdade sobre a reencarnação fosse revelada e as pessoas começassem a questionar que se assim fosse, muitos Santos, mesmo sendo pessoas boas, com espíritos bastante evoluídos, ainda estariam em processo evolutivo ainda tendo que passar pelo ciclo das reencarnações, então como poderiam estes, estarem realizando milagres se após sua morte já estariam encaminhados para uma nova encarnação? Este questionamento dos fiéis com certeza iria fazer a Igreja Católica perder milhões de devotos e é justamente este o motivo da Igreja te deixado de ser reencarnacionista.
Este foi o real motivo da Igreja Católica ter rejeitado a reencarnação, pois temia a evasão dos fiéis e consequentemente o enfraquecimento da Igreja, então adotou a ressurreição, aproveitando que Jesus após a morte, verdadeiramente teve o corpo ressuscitado e ressurgiu para todos, como sinal de que existe um Deus fiel e poderoso conduzindo a todos nós.

Júnior disse...

Boa noite Daniel.
Obrigado pelo comentário!

Realmente, concordo com suas elucidações!

Viva Jesus!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...