Pesquisar neste site...

quinta-feira, 5 de abril de 2012

Comentário do Artigo "Espiritismo: teoria ou religião?"

Amigos do Nova Era,
Bom Dia!

Vou fazer um comentário do seguinte artigo publicado no site "Fratres in Unum" chamado "Espiritismo: teoria ou religião?" criado por Dom Paulo Sérgio Machado, bispo de São Carlos, SP, em 31 de março de 2012:






Leiam um trecho dele logo abaixo:

"No meu ponto de vista, três coisas devem ser consideradas. Primeiro, que toda religião tem doutrina e culto. O espiritismo tem doutrina e não tem culto. Daí ser uma teoria e não uma religião. Basta ver que os espíritas estão mais ligados à Igreja Católica. Dificilmente se encontra um espírita evangélico, isto é, protestante. Eles fazem questão de batizar os filhos na Igreja Católica, casar na Igreja Católica e chegam até encomendar missa de sétimo dia, na igreja Católica, para os familiares falecidos."

Gostei muito da posição do bispo, ele fala como um cientista, com reflexões interessantes, sem o tão comum discurso religioso irracional.

Porem, quando ele fala a respeito do dogma da Reencarnação, afirmando "é mais fácil dar uma chance à alma penada do que exigir dela, em vida, uma conversão" ele demonstra que conhece pouco dessa ideologia espiritista.

É que, acreditando que existem outras vidas para podermos reparar nossos erros, não quer dizer que não é exigido conversão de dívidas do fiel nessa própria existência. Alias, é tão exigido essa necessidade de reparação de erros, que os débitos de outras vidas são argumentados como uma consequência do mal cometido e que merece reparação urgente.

Isso é correspondido com a própria afirmação do bispo quando ele diz que "Os espíritas são caridosos". Se eles são caridosos, é porque está sendo exigido "em vida" a conversão dessas "almas penadas" através da prática do bem, como uma cobrança de consciência da necessidade da reforma moral. 

É igual uma um trabalho de faculdade que você tem data específica pra entregar. Você tem vários dias (vidas) pra fazer, e nesses dias você tem a opção de fazer as coisas mais folgadas, sem pressão. Só que, se você deixa tudo pra última hora, o tumulto toma conta e, independente da quantidade de coisas que tiver pra fazer, o trabalho tem a data exata pra entregar. Sendo assim, se você tivesse feito ele antes, com mais tempo, a tarefa seria mais branda. Isso, portanto, seria igual as grandes oportunidades de vidas que temos para reparar o mal com o bem, só que, se você deixa tudo pra última hora, o seu mal vai ser, inevitavelmente, reparado com o mal. Não é uma punição eterna, apenas consequência.

Então vemos que o dogma da reencarnação vai muito mais além de um "atalho" e/ou apenas "dar uma chance". O assunto é complexo, e merece base teórica e estudos profundos para compreensão.

Bom Feriado e Ótima Páscoa para todos nós!
E que o simbolismo da Páscoa seja mais que os ovos do capitalismo ou os rituais religiosos acríticos!

Luz e Paz

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...