Pesquisar neste site...

quinta-feira, 17 de março de 2011

Penitência, vale a pena refletir...


Falarei hoje sobre Penitência, não a que é o "Sacramento da Igreja Católica que redime os pecados a quem os confessa", pois não tem nem porque acreditar e discutir que pelo simples ato de confessar o pecado e rezar 100 "Ave Marias" por dia vá limpá-los ou abrandá-los, mas falarei sim da penitência de forma geral, que é o ato de mortificação interior ou exterior, jejuns, vigílias, algumas peregrinações dos fiéis, etc.

Não quero condenar esses sacrifícios pessoais egoístas, que pensam que é mais fácil agradecer uma dádiva subindo a escadaria de uma igreja de joelhos, do que se propor a ajudar em trabalhos solidários como "campanha do quilo" por exemplo. Também não acho que as pessoas fazem isso por maldade, mas sim por falta de esclarecimento espiritual.

O que acontece é que no atual período que nosso planeta está entrando, na Nova Era, conhecida também Era de Aquários, dogmas, rituais e práticas religiosas desprovidas de racionalidade não terão espaço! Os jovens que estão por ai procuram um canto no mundo que explique de forma coerente a vida, Deus, a Espiritualidade! 

Se não jogarmos nossa ignorância pela janela e pensarmos como seres racionais, daqui uns dias nas Igrejas só vão ter padres e pastores e nos Centros Espíritas só os dirigentes! Precisamos promover um Conhecimento Espiritual  liberto de dogmas e repleto de sabedoria racional! 

E tem casos mais críticos! Fazem "acordos" com Deus!

"Deus, eu vou parar de comer carne por 3 meses mas quero de volta muita saúde!"
Você vai ter saúde se praticar exercícios físicos, se não corromper sua mente com pensamentos negativos, se fazer uma dieta bem feita, etc. e não por apenas parar de comer carne! Ao menos que a carne esteja fazendo mal a sua saúde...

"Deus, obrigado pelo que recebi, vou rezar 100 "Pai-Nosso" em gratidão!"
Meu filho, vá na vizinhança de seu bairro, vê quem precisa de ajuda, leve um conselho, uma palavra amiga, ao invés de ficar repetindo frases sem parar, sem ao menos refletir e praticar!

Nos casos mais sérios, encontram aquelas "correntes" de papel jogadas no chão, que fala que fulano fez tantas cópias durante tantos meses e teve tal coisa. Já outro fulano, por não acreditar, perdeu seu bem mais precioso... PELO AMOR DE DEUS! Para!!!! Você acha que ficar escrevendo, penitenciando seu corpo e gastando do seu tempo que poderia estar sendo usado para ajudar alguém, vai mudar o seu destino/karma/realidade? Você acha que realmente Deus seria tão egoísta ao ponto de te dar algo pela sua penitência física? Sem contar que Deus não dá nada de graça pra ninguém, há uma lei, sua lei, a Lei da Natureza, que rege tudo. Nela só há merecimentos, NÃO HÁ GANHOS, E SIM CONSEQÜÊNCIAS.

Tem também essa mesmas correntes, mas enviadas por email! Essas são as piores, pois ainda podem propagar vírus de computador! Ai existem então 2 males: o primeiro é por estar perdendo tempo nessa crendice, o segundo é por causar um mal ao próximo, uma vez enviando vírus para o computador dele.

O pior é que agora, na Quaresma, é a época mais propícia para esses tipos de coisas! Quaresma é tempo de refletir e mudar suas atitudes, mudar hábitos ruins, práticas que fazem mal as pessoas... É tempo de mudança, mas mudança para melhor!

Saia da alienação espiritual e faça questionamentos racionais! Penitência só é bem vista a Deus quando feita para ajudar o próximo. O que você acha mais sublime: 

Alguém largar de comer um prato de comida e dar para um faminto ou essa mesma pessoa subir a escadaria de uma igreja de joelhos, prejudicando o seu próprio corpo e não sendo útil a ninguém por isso?

6 comentários:

Ronie Rodrigues disse...

Caro Nélio vou comentar algumas coisas aqui referente a esse texto.

"pois não tem nem porque acreditar e discutir que pelo simples ato de confessar o pecado e rezar 100 "Ave Marias" por dia vá limpá-los ou abrandá-los" - Isso eu nem vou comentar pois cada um acredita no que quiser, assim como acho ridiculo a idéia de reencarnação e outras coisas mais...vc cre no que quiser.

"sacrifícios pessoais egoístas" - posso te afirmar que não são egoístas, pois os que fazem de verdade, fazem pensando no bem comum, e aquilo feito por e com Deus não se torna egoista.

"O pior é que agora, na Quaresma, é a época mais propícia para esses tipos de coisas!" - A Quaresma é fundamentada em 3 aspectos principais:
1- Penitência - Penitência no sentido de sacrifício, assim como Jesus se sacrificou essa é a hora de nos sacrificar por ele, deixando de fazer algo que gostamos muito, mais não para que fiquemos triste, pois Deus não nos quer triste, mais sim para mostrar que com Deus todo sacirfico se torna uma alegria. A penitência também pode ser feita, quando vc faz algo que não faz normalmente, como por exemplo visitar um abrigo, isso tbm se da o nome de Penitência.

2- Oração: É um momento onde a oração deve prevalecer, e principalmente para rezarmos por aqueles que não rezam.

3- Caridade: Esse é um dos principais pontos da Quaresma, aqui, se deve pensar ainda mais no comum, segundo os livros e leis canônicas, todo o dinheiro que vc economizar não comprando a carne, o chocolate ou qualquer coisa que vc deixou de comer na Quaresma, seja revertido para a caridade, não é só pq nós não saímos em casa em casa, pedindo um alimento e entregando um papel com um texto 'psicografado' que não fazemos campanhas de caridade, te mostro inúmeras pastorais da Igreja destinada a esse tipo de serviço.

Penitência vai além de fazer um 'regime' por não comer a carne, vai além de economizar o dinheiro, Penitência é algo pedido pelo próprio Cristo, Penitência deve ser o tempo de esvaziar-se de si mesmo, e deixar Deus ser Deus em sua vida, deixar que ele fale ao seu coração quando este estiver vazio.

Abraço!

http://oblogdoronie.blogspot.com/

Nelio Júnior disse...

Caro amigo Ronie, obrigado pelo seu comentário!

Você disse tudo, deixou de forma clara!

Quando você disse que "Penitência deve ser o tempo de esvaziar-se de si mesmo, e deixar Deus ser Deus em sua vida", você exprimiu o verdadeiro sentido da busca da Moral! Quando você esvazia de si mesmo, elimina aqueles sentimentos ruins que são penosos de saírem de nós, devido o nosso orgulho e ignorância, quando deixa o Amor de Deus entrar em nossas vidas, quando faz do seu exemplo um caminho para os outros seguir, etc. isso sim deveria ser a penitência! É um ato difícil de se fazer, porém ele mudará você e os outros para melhor! Apesar que eu não estou aqui para fazer um "Manual da Verdadeira Penitência", apenas para clarear um pouco essa questão dogmática e ritualística.

Você novamente foi claro e preciso:

"posso te afirmar que não são egoístas, pois os que fazem de verdade, fazem pensando no bem comum" Isso mesmo, pois os que fazem de verdade! Mas não é isto que vemos por ai, são raras exceções que se penitenciam pelo bem comum! A maioria das vezes a penitência vista é uma penitência física, egoística, pensando apenas em receber algo, sem propor mudanças de Atitudes e Pensamentos. Na teoria é lindo o que você falou, na prática é mais difícil de se ver.

Sobre a Quaresma, não estou aqui para debater a questão cultural da mesma, porém, seus 3 pilares básicos Penitência, Oração e Caridade são sublimes, sendo a Caridade o principal ponto que você disse, mas não é isso que vemos por ai. Quando se diz penitência, a idéia deveria ser a mesma posta aqui por voce: "essa é a hora de nos sacrificar por ele", para saber qual é o melhor sacrifício para Jesus é só retornarmos no Evangelho:

"Os fariseus, tendo sabido que ele tinha feito calar a boca aos Saduceus, reuniram-se; e um deles, que era doutor da lei, veio lhe fazer esta pergunta para o tentar: Mestre, qual é o maior mandamento da lei? Jesus lhe respondeu: Amareis o Senhor vosso Deus de todo o vosso coração, de toda a vossa alma, e de todo o vosso espírito; é o primeiro e o maior mandamento. E eis o segundo que é semelhante àquele: Amareis o vosso próximo como a vós mesmos. Toda a lei e os profetas estão contidos nestes dois mandamentos". (Mateus, 22, 34 a 40)

Deus é onipotente e onipresente, logo está em toda parte ao mesmo tempo, está em todos nós! Deus é sua Lei Natural,a Natureza, a Justiça! Logo, amando sua Justiça, compreendendo e se enquadrando na Lei Natural, estamos amando a Deus e ao próximo, pois todos fazemos parte da Natureza! E a segunda máxima é "Amar ao próximo", então ele frisa 2 vezes o Amor ao próximo, uma quando refere-se a Deus, outra quando diz para amarmos ao próximo literalmente. Está tão claro aqui o que se é a verdadeira Caridade! Está tão claro aqui o que seria o sacrifício que Jesus gostaria de receber de nós! Amando a Deus, aceitando suas Leis e se enquadrando nelas, estamos colaborando com o bem comum, uma vez que na Lei de Deus Evoluir é uma máxima! Amando ao próximo, o ajudando, orientando, seria o mais penitente, porem estaria na máxima pregada por Jesus.

Sobre a "Reencarnação", nem vou comentar, se um dia existir alguma outra lei que seja mais justa, vou aceitar sem me contrapor, não me limito a dogmas e passado, penso sempre que tudo e todos podem progredir, inclusive a religião! Mas retroceder, acreditar no fatalismo religioso, que você nasce assim por causa de Adão e Eva, ou porque Deus escolheu aleatoriamente as tribulações que você deve passar pela vida, é uma realidade dificil de ser aceita por mim. Mas isso é assunto para outro post!

Novamentem, agradeço o comentário, e acho que as pessoas devem desenvolver esse pensamento crítico, não aceitar as coisa só porque alguém foi lá em um blog e colocou, não aceitar as coisas só porque alguem disse na Igreja ou no Centro Espírita... Refletindo realmente sobre tudo isso.

Luz e Paz

APRENDENDO POR AI disse...

Nelio, agradeço suas palavras sobre meu blog. Pelo que estou tomando conhecimento agora, lendo as maravilhas que voce escreve, fico muito lisonjeado.
Coincidentemente em minha caminhada matinal, vinha analisando com minha esposa essa questão abordada hoje em seu blog: Penitência. Ao ler aqui esclareceu-se certas dúvidas que eu tinha.
Vou acompanha-lo atravez do blog.

Nelio Júnior disse...

Rui, obrigado pelo seu comentário!

Também estou acompanhando seu blog, tem muitos conhecimentos naquele local! Os blogs servem para isso: trocarmos conhecimento.

Seja sempre bem vindo por aqui!
Luz e Paz

Anônimo disse...

Nelio, bastante pertinente tua abordagem a esse assunto nesta época de interiorizacao e reflexão profunda sobre Penitência. Sabemos que quando falamos sobre religiosidade e comportamento humano, a complexidade de análise é muito, mas muito grande mesmo, pois teríamos que trazer a acertiva dos pensadores que tiveram a coragem de buscar uma explicacão há muito tempo antes de Cristo. Os filósofos gregos que, incansavelmente diziam: "que não tem como dissociar a racionalidade humana da existência da alma e das manifestacões metafísicas". Concordo plenamente, como religioso praticante que me considero, que a validade da ajuda às pessoas com maiores necessidade que as nossas (sejam materiais ou psicológicas), sobrepuja muitas das "Penitências", que às vezes nos propomos. ABRACOS. Arion.

Nelio Júnior disse...

Arion, obrigado pelo comentário! Volte sempre por aqui!

Você tem razão, religiosidade e comportamento humano é uma abordagem complexa e difícil de se realizar. As pessoas tem particularidades, modos de vida, gostos, aspirações diferentes; os filósofos sempre estiveram certos, não tem como dissociar o mundo racional do homem do metafísico, isso é inerente ao homem de hoje. O que o homem tem que saber é que só se chegará a Deus através da ajuda ao próximo, não por rituais, práticas antiquadas. Mas já estamos "Caminhando para um Novo Tempo".

Tenha um ótimo fim de semana!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...