Pesquisar neste site...

terça-feira, 1 de fevereiro de 2011

Se essa chuva

Se a chuva que lava o chão pudesse as sujeiras e defeitos da alma lavar,
Ah nós nos renovaríamos a cada tempestade!
Ficaríamos limpos novamentes, como sempre gostaríamos de ficar!

Mas essa mesma chuva que desagua na Terra,
Essa mesma chuva que de muitos o pouco leva,
que mata e faz renascer.
essa mesma chuva a de um dia apenas bençãos descer!

Quando impurezas interiores não mais existir,
Quando a esperança de fato resistir,
A confiança em Deus vosso pai,
possa não ser mais meras palavras que dizeras na hora do sofrimento,
Mas quando forem sentidas por todos a todo momento.

Ah se essa chuva lavasse todas nossas angústias,
Se nos livrássemos de todos os males fuleiros.
Mas pode considerá-la como o início,
Como aquele toque de recomeçar que vive em todos nós,
Só basta aflorar...

Psicografada no Centro Espírita Adolfo Bezerra de Menezes, Minas Gerais 

4 comentários:

Marlene Oliveira disse...

Uma bela mensagem de esperança!

Alegria e Paz!

Nelio Júnior disse...

Também achei! :)

Ainda mais por causa dos acontecimentos que passaram a poucos dias atrás...


obrigado pelo comentário Marlene!

Joema disse...

Uma mensagem que nos faz refletir... temos confiança verdadeira em Deus? Um dia saberemos responder. Um grande abraço.

Nelio Júnior disse...

Oi Joelma! Obrigado pelo comentário!

Sim, profundas reflexões nessa mensagem. Sim, um dia nossa humanidade evoluirá, e com certeza, poderemos responder de forma positiva essa pergunta. :)

Tenha uma ótima semana!
E volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...