Pesquisar neste site...

terça-feira, 20 de dezembro de 2011

Alcoolismo - Você acha que bebe sozinho?

Vou aproveitar que hoje é meu último dia de férias e postar novamente! Vou falar agora sobre o alcoolismo, que é o consumo consistente e excessivo de bebidas alcoólicas a ponto que este comportamento interfira com a vida pessoal, familiar, social ou profissional da pessoa. (Wikipedia)

As pessoas não são dependentes do alcool porque querem, o vício toma um lugar muito escondido dentro delas. É difícil para a pessoa que bebe saber a diferença do "beber socialmente" e "estou viciado", então cabe a ela avaliar seus comportamentos minunciosamente se perguntar, sinceramente: Estou viciado?


Quando você bebe, pode ter certeza que não está sozinho. No mundo espiritual (ou inferno, céu, seja lá o nome), não existe alcool, não existe cigarro e não existe drogas. Os espíritos, não tendo fontes pra alimentarem seus vícios, vão ao mundo material (o nosso mundo, aqui na Terra) e instigam os encarnados (nós) a seder aos vícios, porque toda a energia que liberamos quando bebemos, por exemplo, eles absorvem do lado de lá. São como os vampiros, por isso no meio espírita esse processo é chamado de Vampirização.


É um fenômeno tão feio de se observar que eu nem consegui achar uma imagem correta no Google para tentar ilustrá-lo. Imaginem vários espíritos, mas com corpos como nós, com pernas, braços, cabeças, enfim, como se fosse pessoas no mundo espiritual. Agora pensem em uma sujeira, uma sujeira mais moral do que visual, energias escuras saindo pelos poros, feridas, deformidades... Sim, uns são assim e outros até piores.


Esses espíritos ficam perto de você, e quando você bebe, os alimentam com a energia escura e pesada que é liberada nesse processo. Eles te alimentam também, sabe como? Te excitando a beber cada vez mais!  E fica assim esse ciclo vicioso...

Não existe culpado aqui, ambos se "ajudam", saboreiam-se. Mas você pode mudar essa realidade: assuma que é um viciado e procure ajuda!

Há 2 meios de procurar ajuda, e você precisa dos dois:

  • do modo espiritual, sugiro que volte a frequentar periodicamente sua igreja (Católica ou Evangélica, ou outra qualquer), e caso for espírita, vê a possibilidade de participar de trabalhos mediúnicos (se isso te ajudaria ou não.);
  • do modo material, existem os famosos Alcoólico Anônimos, entre aqui, tem bastante coisa interessante.
Conversar, desabafar também é muito bom! Se quiser pode me mandar um email (darkgothic.dark@gmail.com).

Nunca esqueça: você não é o único que tem esse vício e sempre que pedir ajuda, seu Anjo Guardião estará sempre pronto pra auxiliá-lo.

Luz e Paz
E tenham uma ótima semana!

8 comentários:

Marlene Oliveira disse...

Ah, acredito que os mais difíceis de se conscientizarem são os encarnados viciados em bebidas alcoólicas. Uma pessoa próxima a mim costuma beber todo fim de semana - mas jamais se diria viciado. Leva para todo lugar sua cerveja e acha bonito contar que bebeu, por ex., 28 latinhas de cerveja em tal dia...
O certo é que, pode até demorar, mas chega o dia de querer parar.
Enquanto isso vão se afundando cada vez mais.

Paz e bem!

Nelio Júnior disse...

Oi Marlene! Obrigado pelo comentário!

O pior é, como você contou nesse exemplo próximo a você, a pessoa não assume que está sendo dependente da bebida. É como um doente que não aceita que está enfermo e que precisa de ajuda.

É como você disse, vão se afundando cada vez mais, ai, quando quizerem parar, vão estar muito fundo, ai vai ser difícil "subir" denovo...

Luz e Paz

Carllos Allberto disse...

Nossa! exatamente como exposto pelo amigo Nélio Junior.
Sei bem como é, pois também uma pessoa que me é muito próxima possui esse problema. Ela costuma ficar agressiva quando alcoolizada.Não aceita que está viciada. Mente descaradamente, fica num estado deplorável. No dia seguinte, diz não saber de nada. Entra numa profunda depressão.
O mais difícil ainda é justamente convencê-la a procurar ajuda, seja num meio terapêutico ou religioso. Parece temer a isso. As vezes dá impressão de subjulgação, parecendo que já não mais tem vontade própria. É terrivel! Terrível é também ver uma pessoa que se ama tanto se terminar aos poucos.
Tento auxiliar com minhas orações, pois ao que me parece realmente ela se compraz com o vício.
Acho que realmente a pessoa com o vício do alcool tem que querer parar, para então buscar o auxílio necessário. Talvez o fundo do poço seja a base para firmar os pés e tentar um salto para o alto e largar o vício. Se isso acontecer, estarei próximo para alcançar-lhes as "cordas".
Abraços, fiquem com Deus.

Nelio Júnior disse...

Boa Noite Carllos Allberto! Obrigado pela sua visita e comentário!

As vezes, eles temem bastante mesmo a ajuda. Acredito que esse temor vem tanto do encarnado como também do desencarnado, inconscientemente. Isso pois, se o encarnado procurar a ajuda, onde o espírito vampirizador procura-rá comprazer seu vício? Realmente é complicado essa situação.

Ótimas frases de encerramento!

"Talvez o fundo do poço seja a base para firmar os pés e tentar um salto para o alto e largar o vício."

Concordo com vc!

Luz e Paz
E ótimo domingo!

Anônimo disse...

It's an awesome piece of writing in favor of all the online people; they will take benefit from it I am sure.
My blog post :: v2 Cigs

Nelio Júnior disse...

I greatly appreciate the visit.
Welcome!

Anônimo disse...

Wow, that's what I was looking for, what a information! existing here at this webpage, thanks admin of this web site.

My homepage ... V2 Cig Review

Nelio Júnior disse...

I think you are a spam, but anyway, thanks for the "visit".

Light and Peace

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...